Pesquisa

Brasil é segundo colocado em fraudes com cartões

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Brasil é segundo colocado em fraudes com cartões

Pesquisa feita com 6 mil pessoas, em 20 países, apontou brasileiros como os mais insatisfeitos com atendimento pós-fraude; risco cresce devido a aumento das operações via smartphones e tablets

A Pesquisa "Global Consumer Card Fraud 2016" revelou que 49% dos brasileiros afirmam já ter sido vítimas de algum tipo de fraude com cartões nos últimos cinco anos. O dado coloca o país em segundo lugar do ranking desta modalidade de golpe, atrás apenas do México. No último levantamento, o Brasil aparecia em 8º.

O estudo foi feito com mais de 6 mil pessoas, em 20 países, e revelou que fraudes com três tipos de cartões (débito, crédito e pré-pago) cresceram globalmente. Em comparação com 2014, 14 nações tiveram aumento nas fraudes. México, Brasil e Estados Unidos lideram o ranking, com 56%, 49% e 47% das pessoas afirmando ter sofrido algum tipo de golpe, respectivamente. Os países com menores índices são Holanda (14%) e Hungria (9%).

Segundo o levantamento, comportamentos de risco dos usuários, como deixar o celular desbloqueado fora de uso ou portar a senha do cartão anotada, têm relação direta com as fraudes. E o risco tem crescido cada vez mais devido ao aumento global das operações financeiras por meio de smartphones e tablets. Em todo o mundo, 54% dos clientes apresentaram ao menos um comportamento de risco, contra 50% em 2014. Entre essas pessoas, 58% já foram vítimas de fraude. Já entre os mais cuidadosos, o número cai para 36%.  

De acordo com o movimento sindical, o Brasil é um país com enorme diversidade cultural e ainda com dificuldades no acesso aos canais digitais em muitas regiões. Entretanto, os bancos, visando somente o lucro, querem trocar empregos por meios eletrônicos. Para isso, tiram o acesso das pessoas às agências. Ignoram que a maior segurança para muitos clientes é o atendimento humanizado feito pelo bancário.


Pós-fraude

Se a pesquisa demonstra que a segurança oferecida pelas instituições financeiras no Brasil passa longe de ser a ideal, o atendimento pós-fraude também é alvo de enorme desagrado. Brasileiros são os mais insatisfeitos com o tratamento oferecido pelos bancos após a ocorrência de fraudes. Apenas 65% dos entrevistados estão parcialmente ou plenamente satisfeitos com sua instituição bancária. Nos EUA, país com maior satisfação, este número chega a 90%.

O cliente, além de ser vítima de fraude por falhas na segurança dos bancos, enfrenta a desconfiança e a burocracia das instituições financeiras na hora de reaver o dano causado. O fato do País ter a maior insatisfação no pós-fraude reforça a importância do atendimento humanizado.

Fonte: Com informações da Seeb SP
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!