Não à Precarização!

Bradesco aposta na TERCEIRIZAÇÃO

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bradesco aposta na TERCEIRIZAÇÃO

Aos poucos, banco está delegando atendimento de pessoas jurídicas para prestadora de serviço Atento; Movimento sindical tomará medidas judicias cabíveis.

Aos poucos, o Bradesco está terceirizando todo o atendimento de pessoas jurídicas. Segundo denúncias, projeto-piloto no Telebanco Santana, concentração bancária localizada em São Paulo, delegou para a prestadora de serviço Atento o atendimento de empresas de grande porte.

A Atento já era responsável pelas pequenas e médias empresas. Agora, o banco está repassando para os terceirizados também as grandes empresas, serviço até então de atribuição exclusiva dos bancários. Soubemos que dez postos de atendimento foram instalados para este fim e que gestores do Bradesco repassam para os treinadores da Atento os procedimentos necessários. Aos poucos, sem gerar alarde, o banco vai terceirizando todos os seus serviços.

A terceirização é ruim para o trabalhador e também para o cliente. O terceirizado trabalha em média três horas a mais por semana, no setor bancário ganha 70% menos e não possui os mesmos direitos do contratado direto. Já o cliente, sem saber, entrega dados sigilosos para empresas que desconhece.

“Muro da vergonha” 
Outro grave problema relacionado à terceirização no Telebanco Santana é a forma como o Bradesco tenta evitar o contato entre bancários e terceirizados, que trabalham no mesmo andar e prestam o mesmo serviço.

São separados por uma divisória que impede até mesmo o contato visual entre os dois grupos. Além disso, entram por portas diferentes. Segregação total. O Bradesco não quer o terceirizado comparando remuneração e direitos com o bancário. É o verdadeiro muro da vergonha.

Na surdina, o banco tenta terceirizar tudo. Por isso, são tão importantes as denúncias dos funcionários. O Movimento sindical já procurou o Bradesco para tratar dessa questão da terceirização no Telebanco Santana, mas não teve retorno. Assim, Todas as medidas judiciais cabíveis serão tomadas para impedir esse verdadeiro assalto à legislação trabalhista. Quem trabalha em banco, bancário é.

Denuncie
Para fortalecer a luta contra a terceirização, os trabalhadores devem denunciar a prática ao Sindicato. Denuncie no nosso Fale Conosco. O sigilo é absoluto.

Fonte: Contraf
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!