Caloteiros

Bancos serão ouvidos na CPI da Previdência

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancos serão ouvidos na CPI da Previdência

Convocados a prestar esclarecimentos na Comissão de Inquérito na segunda-feira, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa e Banco do Brasil devem mais de R$ 1,3 bilhão à Previdência Social.

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência, instalada no Senado, vai ouvir, na segunda-feira 19, representantes dos cinco bancos que mais devem à Previdência Social: Bradesco, Itaú, Santander, Caixa e Banco do Brasil. Juntas, as maiores instituições financeiras do Brasil devem mais de R$ 1,3 bilhão.

 

A Caixa possui a maior dívida, de aproximadamente R$ 550 milhões; seguida pelo Bradesco, com R$ 465 milhões, Banco do Brasil, R$ 208 milhões; Itaú, cerca de R$ 89 milhões; e Santander, R$ 80 milhões.

 

É simbólico que, enquanto pretende acabar com a aposentadoria por meio da 'reforma' da Previdência, o governo Temer ignore a dívida bilionária dos bancos, o setor mais lucrativo deste país. Isso mostra que o governo tem lado, e não é o dos trabalhadores.

 

Os bancos privados, beneficiados pelo desmonte da previdência pública no Brasil com o aumento de demanda por seus planos privados, estão entre os maiores devedores s e também entre os maiores interessados no fim da aposentadoria via INSS. A 'reforma' proposta por Temer premia os devedores e pune trabalhadores, que contribuem em dia.

 

Bancos serão ouvidos na CPI da Previdência

Fonte: SEEB SP
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!