Não à Precarização!

Ataques visam minar direitos e Caixa 100% pública

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Ataques visam minar direitos e Caixa 100% pública

Direção do banco recua e mantém pagamento do adicional insalubridade para avaliadores de penhor; trabalhadores têm de se manter mobilizados em defesa dos direitos e do caráter público da instituição.

Os avaliadores de penhor terão mantido o crédito do adicional insalubridade no mês de julho. O compromisso foi assumido por representantes da Caixa à Comissão Executiva dos Empregados (CEE), em negociação na última terça-feira 12.

Ficou acertado, também, que a CEE apresentará, até 11 de agosto, laudos e argumentos técnicos que justifiquem a manutenção do pagamento em definitivo do direito.

O movimento sindical exige que a Caixa melhore as condições de trabalho dos avaliadores. Nenhum direito dos funcionários da Caixa a menos. Está em curso um plano orquestrado que visa retirar direitos e dividir os empregados. O ataque vem segmentado, atingiu primeiro os caixas, depois os tesoureiros e os técnicos bancários e mais recentemente o avaliador de penhor.

Dirigentes sindicais alertam que a retirada do adicional insalubridade não é apenas para economizar, mas descaracterizar o risco da função e, posteriormente, criar uma espécie de avaliador-minuto – quando a pessoa recebe pelo tempo que exerce a função. Bem similar ao caixa-minuto. 

O Sindicato orienta os bancários a denunciar todas as mudanças que impliquem na piora das condições de trabalho e ataque a direitos e ao banco público.

Não existe agência deficitária na Caixa, pois o método de mensurar o resultado da unidade está equivocado. Por isso é essencial denunciar caso haja ameaça de fechamento de unidades, abertura de agências sem tesoureiros e outras situações. Só assim será possível antecipar ações e organizar manifestações para denunciar à população, a maior aliada dos funcionários nesse momento, que está em curso um projeto que busca acabar com o banco público. Todos devem estar preparados para participar das manifestações que serão realizadas em defesa dos direitos dos trabalhadores e da Caixa 100% pública.

As denúncias devem ser enviadas pelo Fale Conosco. O sigilo é absoluto.

Fonte: SEEB SP
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!